Voltar ao Blog
Blog Img

O que é que podemos esperar de 2022?

Todos temos a certeza e a perceção de estar imersos num contexto de enorme volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade a todos os níveis - económico, social, político, e também a nível pessoal.

Se é verdade que em anos recentes, apesar dos desafios que o mercado e a sociedade enfrentava, ainda se teorizava ou fazia o esforço de argumentação sobre o que seria esta realidade, hoje já não será necessário esse esforço.

Estamos totalmente imersos e a viver toda esta complexidade! Faz parte do dia-a-dia e convivemos com ela nas nossas atividades, em qualquer circunstância e lugar.

Conforme sabemos e pudemos ler na edição anterior, todo o setor de Supply Chain está a sentir uma enorme pressão e disrupções: a falta de contentores e o aumento do seu preço, navios que ficam dias ao largo, a escassez de chips e de matéria prima, o aumento do preço dos combustíveis em Portugal e, ainda, a pandemia que sofremos, são alguns dos fatores de pressão.

Acrescentaria ainda um fator decisivo e de grande importância para o sucesso das nossas operações: as Pessoas.

Estamos a tempo de fazer que o novo ano de 2022 seja um ano de certezas!

Em primeiro lugar, e permitam-me algum arrojo, porque temos a certeza de que será um ano de grandes desafios e complexidade, em que os resultados serão difíceis de antecipar.

Em segundo e principalmente, porque esta é uma certeza que nos permite planear e preparar, para estarmos à altura destes e de quaisquer desafios que surjam, com ações imediatas e sem perder tempo.

O mercado continua a deparar-se com a escassez de Talento em quase todos os sectores (sejam perfis operacionais, perfis especializados ou de gestão), acrescendo que este em muitas situações não se revê nas suas funções e repensa os seus objetivos pessoais dentro das organizações. Aumenta assim a importância de uma estratégia ágil e efetiva para a gestão das nossas Pessoas, que oriente o caminho para este ano que começa.

O sector da Logística e as suas empresas, estando exposto a esta realidade, continua a ter nas suas Pessoas um dos maiores ativos. Existe, portanto, a enorme oportunidade para alavancar o seu posicionamento de mercado, atuando como líderes em quem os clientes podem confiar e delegar, pelas decisões que forem tomadas para a gestão do Talento, na sua atração e recrutamento e na sua retenção e formação.

Tendo isto em consideração, é útil traçarmos o quanto antes um possível caminho que conduza ao sucesso, consistência e sustentabilidade das nossas organizações e negócios. Sugerem-se 3 passos:

1)    A Missão, visão e os valores da organização. Mais do que a sua definição, é importante a forma como a materializamos no dia a dia e nas ações concretas, tendo em conta o que queremos para hoje e também para o futuro, sustentados pelo já foi feito.

2)    Tomada de decisão ágil e célere, com a definição das estratégias e dos objetivos, e sustentada por dados e informação fidedigna, que conduz a ações concretas e imediatas. A ideia de que todos os caminhos começam com um pequeno primeiro passo, nunca foi tão verdadeira e tangível.

3)    Abertura à flexibilidade e inovação, e observar as melhores práticas do mercado. Delinear a estratégia com o suporte de especialistas na gestão do Talento, acrescenta o Know-How que precisamos, sem perder o foco do nosso Core Business. É de extrema importância definir a direção dos passos a dar, exigindo que nos façamos valer da melhor abordagem técnica, e também humana, com as competências necessárias.

Com mais de 70 anos de experiência Global e 20 anos em Portugal, na Kelly Services somos líderes do sector e parceiros de 75 das empresas Fortune 100 e também das PME’s, providenciando soluções de Recrutamento e Gestão de Pessoas, de flexibilidade Onsite e de Consultoria de Recursos Humanos.

Assim, revisitar as estratégias da Gestão de Pessoas e do Talento e querer avançar com segurança, dando os passos na direção certa sem se ficar refém da incerteza, tornar-nos-á mais ágeis e capacitados para responder ao que o mercado nos pede.

Deste modo vamos conseguir inspirar as nossas Pessoas e garantir que temos Organizações sólidas e preparadas para um futuro cada vez mais certo.