Sugestões para uma entrevista com êxito

Uma entrevista de emprego é um pouco como o primeiro encontro. Gera um grande nervosismo e é a parte mais difícil para conseguir qualquer emprego. É o momento em que se encontra cara a cara com o potencial empregador e em que, no momento em que necessita de toda a confiança, ela parece desaparecer. Brilhar nas entrevistas e causar uma boa impressão é algo que está ao alcance de qualquer pessoa – apenas será necessário um planeamento e preparação cuidadosos.

 

O TRABALHO DE CASA É ESSENCIAL

Procure descobrir o mais possível sobre a função
Analise a descrição da função, procure perceber qual o tipo de pessoa necessário e faça coincidir isso com os seus pontes fortes e competências. Se foi proposto por uma agência de recrutamento como a Kelly Services, o seu consultor poderá facultar-lhe a descrição detalhada da função e deverá garantir que sabe tudo sobre a função antes de chegar à entrevista. Efectue uma pesquisa sobre a empresa, produtos, colaboradores, cultura, clientes e concorrentes. Descubra tudo o que conseguir sobre eles e mostre que está realmente interessado em juntar-se à equipa. Consulte o website da empresa.

Planeie o seu percurso
Reserve bastante tempo para a deslocação até ao local da entrevista – em termos ideais o seu objectivo deverá ser chegar 5-10 minutos antes da hora marcada para se poder familiarizar com o contexto e relaxar um pouco.

Vista-se de forma adequada
Pense cuidadosamente acerca do que vai vestir, a importância da primeira impressão não pode ser subestimada. Garanta que se apresenta de forma elegante e profissional. Vista algo adequado à empresa que vai visitar. Na maior parte das actividades profissionais um fato será a melhor opção, mas se vai ter uma entrevista numa empresa da área do design e publicidade poderá vestir-se com menos formalidade. As regras de ouro incluem sapatos impecavelmente engraxados, cabelo limpo e bem penteado, jóias discretas, unhas limpas e evitar o excesso de perfume ou de aftershave. Não há nada pior para o entrevistador do que ter que lidar com o tilintar de acessórios e com o facto do entrevistado estar sempre a mexer ou a puxar o cabelo para trás ao longo da entrevista. Não se esqueça que o entrevistador se deve focar em si e nas suas competências, pelo que não lhe deve dar motivo de distracção.

Pense sobre o que pretende alcançar com a entrevista
Não perca de vista de que deve manter uma conversa com dois sentidos e que ambos vão querer obter informação recíproca. Tente ensaiar com um amigo de forma a ter oportunidade de abordar os pontos-chave.

Tenha confiança em si, nas suas competências e capacidades
Em primeiro lugar, não teria sido seleccionado para a entrevista se a empresa não considerasse que pode ser a pessoa certa para a função em causa.

Tome nota de quaisquer perguntas que deseje colocar na entrevista, ou de quaisquer pontos que deseje abordar durante a entrevista. As entidades empregadoras não vão ficar impressionadas se tudo o que desejar saber for o salário que iria ganhar. As empresas vão querer saber se está genuinamente interessado na função e se preparou adequadamente a entrevista.

 

LIDAR COM PERGUNTAS DIFÍCEIS

Hoje em dia os empregadores colocam muitas vezes perguntas concebidas para perceber como iria lidar com determinadas situações e como se comportaria perante elas. As empresas querem conhecer as suas capacidades e antecedentes profissionais, não apenas os seus conhecimentos e experiência. Por exemplo: “Descreva uma situação onde revelou flexibilidade” ou “descreva como lidaria com uma situação inesperada” são ambas formas de tentar saber mais sobre a sua forma de actuar em termos pessoais e sobre as suas competências. Preparar respostas não é tão difícil como pode parecer, em especial se já tiver reflectido acerca deste tipo de questões. As perguntas difíceis não são concebidas para o apanhar deliberadamente em falso – estão lá para o estimular a pensar de forma estruturada com base na sua experiência e para lhe dar oportunidade para brilhar.

 

ENTREVISTAS TELEFÓNICAS

Algumas empresas utilizam entrevistas telefónicas para chegar a uma lista reduzida de candidatos, pelo que vale a pena reflectir sobre a forma de lidar com esta técnica. Em alguns aspectos, deverá preparar-se para uma entrevista telefónica da mesma forma que o faria para uma entrevista pessoal. A este nível é particularmente importante pensar em algumas questões a colocar ao entrevistador. Deverá assegurar-se que dispõe de privacidade – procure um local tranquilo onde possa falar ao telefone e onde não seja perturbado, de forma a concentrar-se para entrar em “modo” de entrevista.
O erro mais frequente nas entrevistas telefónicas é responder de forma rápida às questões colocadas. Embora os períodos de silêncio ao telefone pareçam mais longos do que realmente são, também é importante ponderar as suas respostas. Tente imaginar que está sentado à frente do entrevistador e utilize as expressões faciais que utilizaria numa entrevista cara a cara, uma vez que a sua atitude e quadro mental se reflectem sempre na sua voz – portanto não se esqueça de sorrir e de ser positivo.

 

EXEMPLOS DE PERGUNTAS

Pense nas perguntas óbvias, como as indicadas abaixo, e prepare respostas honestas e persuasivas.
• Por que motivo deseja vir trabalhar connosco?
• O que pode trazer para a função/empresa?
• Fale-me acerca do seu último/actual emprego?
• Por que motivo saiu do seu emprego anterior?
• Por que motivo pretende sair do seu emprego actual?
• Como lidaria com esta função se fosse seleccionado?
• Quais considera serem as principais diferenças entre o seu último/actual emprego e este?
• Gostaria de colocar alguma questão?

 

NO DIA DA ENTREVISTA

Programe-se de forma a dispor de tempo suficiente - não se coloque a si mesmo sob pressão adicional. Leve sempre consigo uma cópia do seu CV actualizado, limpo e impecável, um caderno de apontamentos e uma caneta. Quando conhecer o entrevistador olhe directamente para a pessoa, sorria e dê um aperto de mão firme – desta forma transmite confiança.

A fazer:
• Seja positivo
• Tenha em atenção a sua linguagem não verbal – por exemplo não cruze os braços (transmite a impressão de que está a colocar uma barreira entre si e o entrevistador); procure o contacto visual com frequência; uma boa postura é importante
• Escute
• Responda a todas as perguntas de forma clara e concisa
• Anote quaisquer pontos aos quais deseje voltar
• Seja atencioso com todas as pessoas que contactar
• Seja honesto

A não fazer:
• Mostrar impaciência
• Divagar
• Ter receio de se promover a si mesmo
• Responder apenas com sim e não – procurar dar uma resposta alargada

Não se esqueça de agradecer ao entrevistador por o ter recebido e volte a apertar a mão com firmeza, reafirmando que está interessado no emprego.

 

APÓS A ENTREVISTA

Pergunte qual o desenvolvimento do processo, solicite informação acerca dos passos seguintes e quando irá conhecer o resultado. Se sente que não respondeu bem a uma das perguntas ou que não conseguiu referir um dos seus êxitos mais importantes, poderá enviar rapidamente uma carta de seguimento, agradecendo ao entrevistador pelo seu tempo e a reafirmar porque considera ser a pessoa certa para a função.
Se não tiver sido seleccionado, valerá a pena solicitar à empresa algum feedback acerca da entrevista, uma vez que poderá recolher algumas dicas úteis acerca de como melhorar o seu desempenho futuro.

Não se esqueça que, se deseja ter êxito na sua entrevista tem de estar confiante e bem preparado! Todas as entrevistas são uma oportunidade de aprendizagem, ensinando-nos um pouco mais sobre o que dizer e o que evitar. Se não tiver tido êxito, não fique paralisado – haverá sempre uma próxima oportunidade e à medida que a sua técnica de entrevista melhora, maior será a probabilidade de conseguir o emprego que deseja!