Voltar ao Blog
Blog Img

Atrair mais mulheres para IT

​Por mais diversificado que seja atualmente o setor de IT, não há dúvida de que todos estamos a experienciar algumas mudanças positivas no local de trabalho. Entre estas alterações estão as mudanças de funções do pessoal de IT, onde se espera que eles entendam o impacto do seu trabalho no negócio; mudança das funções dos CIOs, onde se espera que sejam verdadeiros fornecedores de talento; e a ampla gama de carreiras disponíveis para profissionais de IT que desejam pensar de forma criativa sobre as funções tradicionais.

A área de IT é um local incrível para se estar neste momento. Apesar de todas as mudanças positivas no local de trabalho de IT no século 21, ainda estamos a lidar com tantos desafios. A principal questão na força de trabalho de IT é o facto de que simplesmente não há pessoas suficientes para preencher funções críticas. Sabemos que para cada pessoa qualificada existem basicamente duas vagas abertas. Ainda não estamos a formar pessoas suficientes nas profissões de ciência, tecnologia, engenharia e matemática para reverter essa tendência. As organizações ainda estão a lutar para consertar isso.

Isto torna a escassez de mão de obra em IT uma grande prioridade para a indústria, e em nenhum lugar isso poderia ser abordado de forma mais eficaz do que a atrair mais mulheres para a profissão.

Bem, isso pode parecer um argumento antiquado. Afinal, as mulheres têm vindo a transformar o local de trabalho em todos os setores há décadas. Ainda precisamos de ter esta conversa em IT?

A resposta é sim. Porque, apesar de todas as soluções de alta tecnologia para os problemas diários, ainda não conseguimos atrair as mulheres, que representam uma grande parte do talento que poderíamos usar para preencher as lacunas. Das poucas mulheres que escolhem estudar na área de IT, há uma pouca percentagem das que realmente procuram empregos na área de IT.

O problema começa nas escolas quando comunicam a jovens acerca de carreiras em IT. Como o público de IT ainda é dominado por homens, os programas tendem a concentrar-se no que é apelativo, como videojogos, entre outros. É uma oportunidade perdida de atrair mulheres jovens num momento em que poderiam pensar na sua escolha de carreira antes de decidirem o seu percurso académico. No nível universitário, as mulheres continuam a ver o mundo dominado pelos homens. Após completarem o ensino universitário, as mulheres ainda estão a ganhar menos que os homens ao fazerem o mesmo trabalho.

Os colaboradores de IT costumavam ficar isolados. Eles sentavam-se nos seus escritórios, recebendo projetos e não precisavam de se preocupar com mais nada. O local de trabalho moderno não poderia ser mais diferente, já que os empregadores hoje exigem perspicácia para os negócios e muito mais colaboração.

Com mais mulheres em IT disponíveis para preencher cargos críticos, teríamos uma diversidade de talento no local de trabalho. Também teríamos uma força de trabalho experiente para nos sustentar em projetos críticos que exigem trabalhadores altamente qualificados, sejam homens ou mulheres.