Voltar ao Blog
Blog Img

As tendências no local de trabalho que nos dão esperança

​Os locais de trabalho têm sofrido alterações ao longo dos últimos anos e a boa notícia é que estão cada vez mais employee-friendly. De modo a atrair o talento necessário, os empregadores têm pensado nos seus funcionários de outra forma. Como resultado, estão focados em criar uma melhor experiência no local de trabalho, de acordo com Fast Company. Aqui estão as seis tendências de local de trabalho que nos dão esperança:

1. Um melhor equilíbrio trabalho-lazer

Já não é esperado que os funcionários respondam a emails após terminar um dia de trabalho, ou que trabalhem horas extras. Os empregadores perceberam que obtêm um maior output e melhor qualidade de vida quando a mentalidade de estar sempre focado no trabalho é substituída por um equilíbrio trabalho-lazer. De facto, as empresas que oferecem acordos de trabalho flexíveis e PTO ilimitado entendem que funcionários felizes têm maior probabilidade de serem motivados, criativos e responsáveis.

2. Acordos de trabalho mais flexíveis

Graças às apps de Telemeeting como o Zoom e Google Meet, assim como softwares colaborativos como o Slack e Microsoft Teams, os funcionários não precisam de estar todos em simultâneo no local de trabalho. Isto permite uma maior flexibilidade em termos de local e horário e, para além disso, ajuda a reduzir stress e frustração causado por longas viagens até ao trabalho.

3. Transparência no pagamento

Um número crescente de gestores de contratação compartilham faixas salariais com candidatos a emprego, e muitos outros planeiam fazê-lo nos próximos cinco anos. Quando existe uma transparência, fórmula salarial objetiva, promoções e aumentos, ajuda a empresa a estabelecer uma maior equidade no local de trabalho.

4. Maior foco na diversidade e inclusão

Equipas com diversidade são mais criativas e produtivas, o que ajuda a empresa. Não é surpresa nenhuma que as empresas começaram a recrutar forças de trabalho mais diversificadas e adaptaram os seus esforços de retenção para reforçar a inclusão no local de trabalho.

5. Maior foco nas habilidades

Tem havido uma mudança de experiência passada para habilidades, sendo estas habilidades que os funcionários já possuem e que podem aprender. Com o rápido avanço na tecnologia, os empregadores estão também à procura de talento com soft skills e habilidades mais técnicas, que possam ser treinados de modo a preencher posições mais avançadas.

6. Trabalhar com um propósito

Os funcionários querem que o seu trabalho tenha significado e que contribua para um bem maior. De facto, 90% dos profissionais preferiam ter um corte salarial de 23% de modo a ter trabalho que seja sempre significativo, de acordo com BetterUp Labs survey. As pessoas que consideram o seu trabalho significativo, encontram-se mais satisfeitas.

No geral, tem havido uma mudança na atitude referente ao trabalho. Em vez do local de trabalho ser visto como algo totalmente determinado pelo empregador, é agora moldado pelas preferências e necessidades do empregador. Por sua vez, contribui para que os funcionários se sintam mais felizes e que as equipas sejam mais criativas e produtivas.