Voltar ao Blog
Blog Img

As 5 Maiores Tendências que estão a Moldar o Futuro dos Cuidados de Saúde

Num recente webinar da Kelly, o Prof. Dr. Koen Kas explora um futuro em que os cuidados de doença, se tornaram cuidados de saúde, questionando-se:

“Podemos construir um mundo em que a saúde é a norma?”

Este olhar em profundidade para o futuro dos cuidados de saúde analisa algumas das maiores inovações na indústria de hoje em dia, questionando o que significam estas mudanças no modo como pensamos a saúde e o bem-estar, acedemos aos serviços médicos e evoluímos as práticas em todo o setor. É um olhar fascinante, não só para a extraordinária inovação técnica que estamos a testemunhar atualmente, mas também para mudanças de atitude – de filosofias orientadas para o tratamento ao foco na prevenção e no bem-estar geral.

Koen Kas - Webinar The Future of Sickcare is Healthcare

Koen Kas - Webinar The Future of Sickcare is Healthcare

Pode assistir ao webinar no nosso canal de YouTube (tem a duração ideal para uma pausa de almoço). Abaixo reunimos 5 das maiores tendências que o Prof. Koen aborda.

1. A genómica está a ajudar a definir o futuro da saúde

Os testes genéticos e as análises de ADN costumavam ser um processo incrivelmente longo e dispendioso. Agora, qualquer pessoa pode ter o seu perfil genético analisado rapidamente e a um preço razoavelmente baixo. Esta análise fornece aos profissionais médicos mais informação sobre os seus pacientes do que nunca – desde perceberem quão rápido os pacientes estão propensos a metabolizar determinado medicamento, até à probabilidade de desenvolverem certos cancros, doenças cardíacas, Alzheimer e outras doenças. Isto pode significar que as pessoas poderão adotar mudanças preventivas de estilo de vida (sempre que possível) e até aceder a tratamentos mais adequados ao seu perfil genético.

2. Os monitores inteligentes estão a identificar potenciais problemas de saúde

A monitorização da frequência cardíaca e dos passos não são uma realidade nova – muitos de nós usamos um smartwatch todos os dias. Mas esta tecnologia está sempre a evoluir e fornece-nos insights únicos sobre a nossa saúde. Alguns visam grupos de risco, como os sensores que medem a desidratação em idosos e os avisam para beberem água por uma garrafa especialmente concebida impressa em 3D, ou os comprimidos inteligentes que são capazes de notificar o paciente ou o cuidador em caso de esquecimento de uma toma. Outros exemplos incluem tecnologias wearable de monitorização da fertilidade, ou tecnologias sem fios de monitorização da tensão arterial e da temperatura, que transmitem a informação a uma app ou a um profissional de saúde.

3. A experiência do paciente é tudo

Para criar comunidades mais saudáveis, os profissionais de saúde estão a ajudar os pacientes a participarem ativamente na sua própria saúde. Esta tarefa pode ser desafiante se os procedimentos forem dolorosos ou invasivos, ou para grupos que tradicionalmente evitam o acompanhamento médico. Uma clínica nos E.U.A. adotou uma abordagem criativa: alterou o design da sua clínica da próstata para se parecer mais com um covil desportivo e menos com um consultório, a fim de aumentar o envolvimento com os pacientes do sexo masculino. Enquanto isso, os avanços tecnológicos – como a pílula que consegue tirar fotografias ao intestino durante a sua passagem pelo corpo e evita uma colonoscopia invasiva – estão a eliminar alguns medos associados aos exames médicos. Mesmo as mudanças pequenas podem fazer uma grande diferença – por exemplo, a tecnologia que utiliza a luz infravermelha próxima para identificar veias pode estar na origem de análises ao sangue mais curtas e menos dolorosas.

4. A alta tecnologia está a chegar ao dia a dia

À medida que a tecnologia fica mais entranhada nas nossas vidas, torna-se mais invisível, e isso pode querer dizer que estamos a monitorizar a saúde e a promover a condição física e o bem-estar de forma intuitiva. Na China, a Nestlé lançou uma app que permite aos utilizadores tirar fotografias das suas refeições e faz recomendações personalizadas ao nível das vitaminas com base no seu conteúdo. Entretanto, os wearables não param de evoluir. Os soutiens inteligentes são um exemplo desta tendência – notificam a utilizadora de mudanças que possam indicar um cancro da mama em fase inicial.

5. A boa saúde está a ser incentivada

Algumas empresas e comunidades estão a ir mais longe na sua missão de melhorar a saúde global, adicionando incentivos tangíveis ao exercício físico ou à prática de um estilo de vida saudável. A máquina squat-to-ride (agachar para andar), lançada em Moscovo no âmbito dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, levou os passageiros a realizarem 30 agachamentos por uma viagem gratuita no metro. Mas o que poderá parecer uma jogada de marketing está gradualmente a tornar-se parte do quotidiano. Alguns bancos lançaram contas baseadas na condição física que oferecem taxas de juro mais vantajosas se os clientes derem um determinado número de passos, e uma série de seguradoras do ramo vida estão a associar os resultados da monitorização da condição física a prémios de menor valor.Se quiser adicionar um pouco de alta tecnologia à sua rotina de bem-estar, o Prof. Koen recomenda a pesquisa no siteapps.healthskouts.com. Este site reúne uma lista de ferramentas de saúde certificadas que podem melhorar a sua saúde e condição física. Não se esqueça de assistir à palestra completa do Prof. Koen no nosso canal de YouTube ou explorar outros vídeos para saber mais sobre o apoio que prestamos ao talento e às organizações na área das Ciências da Vida em todo o mundo.