Ofertas de Emprego

Consulte as nossas ofertas de emprego e candidate-se online.
Find a Job

Como elaborar um Curriculum Vitae

Elaborar o seu próprio CV poderá parecer uma tarefa assustadora, pois não é fácil decidir o que deve colocar e o que deve retirar, nem descrever os seus próprios pontos fortes e capacidades. Na actual situação económica e clima de emprego, as entidades empregadoras procuram de forma consistente aumentar a produtividade e combinar as competências e experiência do potencial candidato com as necessidades da função, presentes e futuras.

 

Apresentação e formato (CV europeu)

  • A utilização de subtítulos (por ex. Perfil Pessoal, Antecedentes de carreira, etc.) irá ajudar os potenciais empregadores a recolherem facilmente a informação de que necessitam.
  • Deverá existir um espaçamento claros entre os títulos de categoria para uma maior clareza e definição.
  • O seu nome, morada e número(s) de telefone deverão encabeçar o documento.
  • Comece pela função actual ou pela entidade empregadora mais recente, indicando o seu histórico profissional. De seguida indique as suas qualificações profissionais. Se já trabalha há muitos anos indique as suas qualificações académicas e uma breve menção sobre a universidade ou instituição de ensino que frequentou.
  • Se está a dar os primeiros passos no mercado de trabalho, tendo anteriormente sido estudante, forneça informação um pouco mais detalhada sobre os seus êxitos académicos.

 

Conteúdo

Comece por um perfil destacado sobre si e sobre as suas competências – proporcione a quem está a ler o CV uma imagem instantânea da pessoa que é e das competências que possui. Apresenta a informação de forma abreviada e objectiva e assegure-se que pode provar as suas afirmações numa futura entrevista. Começando pela função actual ou emprego mais recente apresente informação detalhada sobre a mesma, da seguinte forma:

  • Título da função
  • Há quanto tempo desempenha a função
  • Tarefas e responsabilidade chave abrangidas nos requisitos desta função
  • Resultados assinaláveis no desempenho da função
  • Sempre que possível quantifique os seus êxitos com factos e números, por ex. gestão de colaboradores juniores, gestão do orçamento do departamento, preparação de relatórios de gestão
  • Destaque as competências da função actual que considera que podem ser valorizadas na função a que se está a candidatar

Não é necessário indicar o motivo pelo qual pretende sair da actual função. Este será um tema de conversa quando for convidado para a entrevista, ou poderá ser referido na carta de candidatura. Para todas as anteriores funções, a não ser que alguma delas tenha tido maior importância do que a função actual ou mais recente, mantenha descrições sumárias, por ex. nome da empresa, título da função, duração do vínculo laboral e da função desempenhada. Certifique-se de que não há lacunas no seu percurso profissional – excepto se tiver, por exemplo, tirado um período de um ano para viajar, e nesse caso deverá fazer referência a esse facto no título Interesses/Hobbies.

Se for um estudante a entrar no mercado de trabalho, procure dar algumas evidências que possam demonstrar as suas competências na prática, por ex. responsável de turma, organizador de um evento, membro de uma equipa desportiva, colaborador da revista da faculdade ou trabalho voluntário. Pense em exemplos de Interesse/Hobbies que possam ir ao encontro dos critérios de selecção. Se pretendem alguém para trabalhar em equipa, não se esqueça de referir a sua participação em qualquer tipo de associação ou clube desportivo.

O seu principal objectivo é convencer o potencial empregador de que possui as competências, experiência e vontade adequadas para abraçar a função. O seu CV não deverá ultrapassar duas páginas A4 e como todos os empregadores são diferentes, não se esqueça de adaptar o seu CV a cada função a que se candidata.

Lembre-se que esta é a “sua” oportunidade para se “promover a si mesmo”! Nunca terá uma segunda oportunidade de causar uma primeira boa impressão.